Festival de Arte Negra celebra o protagonismo das mulheres negras

fanbh-2017-capa

De 15 a 22 de outubro vários espaços de Belo Horizonte vão receber a programação da 9ª edição do  FAN-BH (Festival de Arte Negra). Esse ano, o festival trará em pauta o protagonismo das mulheres negras como eixo central – FAN MULHER. 

Os 120 anos de Belo Horizonte e as iniciativas culturais e políticas de valorização da cidade serão celebradas, com atenção para a dimensão do gênero. O FAN-BH pretende reunir várias ações artísticas e culturais, de modo a destacar o empoderamento da mulher negra em várias partes do mundo, com foco no continente africano, no Brasil e em Belo Horizonte. Este também é o terceiro ano da Década Internacional de Afrodescendentes instituída pela ONU.

No 9o FAN-BH, o público poderá conferir aproximadamente 100 atrações, entre elas artistas de renome nacional como Zezé Motta(foto) e Ellen Oléria. O evento também promove ações que marcaram as edições anteriores como o Ubuntu – Encontro da Diversidade Religiosa, o Ojá – Mercado de Trocas e Saberes e o Fanzinho com programação dedicada às crianças e adolescentes, além de exposições, rodas de conversa, apresentações de artes cênicas, mostras de cinema e literatura.

Considerado um dos mais importantes eventos do segmento fora do continente africano, o FAN-BH é realizado pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura, e parceria cultural do Sesc e do Governo do Estado, por meio da Fundação Clóvis Salgado. As ações educativas são realizadas em conjunto com a Secretaria Municipal de Educação (SMED).

Para o Secretário de Cultura de Belo Horizonte, Juca Ferreira, o FAN-BH já é parte integrante da história artística desta cidade. “É o que facilmente se constata após mais de vinte anos de existência. Sua evolução rumo à reunião de várias manifestações de matriz africana e com tanta variedade é, por si só, uma exposição da riqueza cultural que nos rodeia nesta cidade, uma reafirmação de seu lugar no mundo afro-americano, mineiro e brasileiro”, completa.

Romulo Avelar, presidente da Fundação Municipal de Cultura, avalia o evento como imprescindível no cenário de Belo Horizonte. “O FAN não apenas coloca em foco expressões artísticas da cultura de matriz africana, como também suscita reflexões necessárias sobre sua presença e seu espaço na sociedade brasileira”.

A programação do festival pode ser conferida no site: www.fanbh.com.br.

 

9o FAN-BH – Festival de Arte Negra de Belo Horizonte – FAN MULHER

Datas: de 15 a 22 de outubro de 2017

A entrada é gratuita para toda a programação oficial.

Pode haver cobrança de ingressos na programação associada.

 

Gostou? Espalhe!

Be first to comment