HIPHOP.DOC comemora 12 anos com ocupação no viaduto Santa Teresa

HipHop.Doc-capa

Valorizar e fomentar a cultura e o movimento Hip Hop e os seus quatro elementos, Grafitte, Street Dance, Rap e Dj é o intuito do HipHop.Doc que já passou por diversas cidades do Estado nos seus 12 anos de trajetória. Para marcar o aniversário do projeto, Belo Horizonte recebe o HipHop.doc Convida! que vai reunir atrações de peso do universo rap no viaduto Santa Teresa no domingo, 15/10. Artistas com diferentes sonoridades e influências vão mostrar força da cultura hip hop em apresentações gratuitas que acontecem a partir das 15h.

O projeto Hipop.doc circula pelo Estado de Minas Gerais colocando em evidência o movimento Hip Hop e os seus elementos – Grafitte, Street Dance, Rap e Dj – através de oficinas, performances e shows. Foi em 2015 que o Hiphop.doc começou sua interiorização visitando as cidades de Itabirito, Barbacena e São Lourenço.

Artistas convidados para a festa

Zimun

Durante o HipHop.doc convida! a banda Zimun vai lançar o seu segundo álbum: “Sobre o Bom Senso e o Senso Comum”, com produção musical de Daniel Santiago (Teatro Mágico, Hamilton de Holanda e Bituca) e mixado por Rodrigo Sanches (Céu, Gal Costa, Nação Zumbi) e gravado no Estúdio Ultra. A essência da banda Zimun é marcada pela criatividade, improviso e construções sonoras arquitetadas com o som que vem das ruas. Essa mistura musical que junta o jazz, rap, um pouco de rock, afrobeat e MPB dá o tom ao novo trabalho da banda.

Gravado com recursos da Lei de Incentivo a Cultura de Minas Gerais, o segundo disco de Zimun traz dez faixas: Na memória, A máquina do ontem, Trilha sonora,Sopapo, Minha vida é essa, Sobre o bom senso, e senso comum, Songfordilla, Cidadão Do Mundo e Aprendiz. Formada em 2009, a banda é composta por seis instrumentistas e experimentadores: Fernando Castilho, Matéria Prima, Ravel Veiga, Gabriel Bruce, Edgar Dedig e Gabriel de Mattos. O grupo ficou conhecida por unir a tríade guitarra, baixo e bateria a outros instrumentos como congas, vibrafone, trompete e sintetizadores, criando novas melodias, harmonia, ritmo, dinâmica e timbres.

Duelo de MCs

Ao som do DJ Junin Bumbep, o Duelo de MCs leva ao HipHop.doc convida! oito dos MCs de maior destaque no cenário das batalhas de rimas improvisadas em Belo Horizonte. No palco, os rimadores e rimadoras se enfrentam em disputas de versos livres que tem como carro chefe a velocidade de raciocínio e a criatividade.

Em 2017, o Duelo de MCs celebra uma década de festa e resistência no espaço público da capital. Há 10 anos, o vão do Viaduto Santa Tereza, no baixo centro da cidade, se transformou no palco do Duelo de MCs. Ali a cultura Hip Hop se mostrou em sua diversidade e essência e milhares de jovens fizeram daquele um espaço de referência da cidade.

Família de Rua

Família de Rua é um grupo formado por amigos que acreditam na essência da cultura e das manifestações artísticas urbanas. Para tanto, trabalha focado na promoção da cena hip hop e do skate em seus moldes originais, preservando a originalidade e a força presentes na arte e no estilo de vida daqueles que respiram a rua cotidianamente. O coletivo é fruto do “Duelo de MCs”.

Familia de Rua - 2016 - ©Pablo Bernardo

Familia de Rua – 2016 – ©Pablo Bernardo

No HipHop.doc convida!, Família de Rua vai apresentar show do álbum “Ontem, hoje e sempre” que traz 11 faixas autorais que refletem os encontros, as amizades, as frustrações, as lutas e as conquistas dessa família que se formou nas ruas de Belo Horizonte. Bebendo na fonte das raízes do Hip Hop e em diálogo com referências locais, entre elas o Clube da Esquina e os tradicionais tambores de Minas, “Ontem, hoje e sempre” é um disco de rap concebido à maneira clássica.

Paula Ituassu e Bárbara Sweet

Paula Ituassu é MC e atuante na cultura Hip Hop desde 2001, quando participou do Fator-R, grupo de grande expressão em Belo Horizonte. Também integrou os coletivos USPirata, Ponta Pronta e AJIPANCA, e também a dupla Controversas ao lado de Barbara Sweet. Com uma sonoridade ampla e orgânica Paula Ituasu tempera seu rap com jazz, rock, blues, samba e forró, expandindo e explorando a versatilidade de suas rimas. Atualmente prepara seu primeiro disco, “De duas uma”.

Também MC, Barbara Sweet começou sua caminhada no Hip Hop em 2003. Passou pelo coletivo Ponta Pronta, a dupla Controversas e a AJIPANCA. Em 2012, passou a se dedicar ao universo das batalhas de rima, alcançando destaque e representando as mulheres dentro desse espaço ainda restrito ao sexo feminino. Transitando pelo rap, trap, funk, jazz e trip hop, Sweet descorre sobre temas diversos do cotidiano.

Rimas & Melodias

O RIMAS & MELODIAS é um coletivo feminino. Alt Niss, Drik Barbosa, Karol de Souza, Mayra Maldjian, Stefanie, Tássia Reis e Tatiana Bispo promovem um diálogo potente entre rap, r&b e neo soul, desconstruindo moldes e fortalecendo a presença feminina, sobretudo a negra, no hip hop, na música, na sociedade. Com um recorte musical incomum, o grupo surgiu nos últimos meses de 2015 e o primeiro trabalho foi uma série de dez music videos com cypher, parcerias e faixas‐solo, todos registrados na Casa Brasilis, em fevereiro de 2016, pelas lentes do multiartista Moah, e lançados em maio do mesmo ano. O primeiro vídeo, um cypher sobre ser mulher, viralizou nas redes. Semanas depois, o grupo lotou a Casa Brasilis, onde tudo começou, em sua primeira apresentação ao vivo. A repercussão positiva resultou em diversos convites para shows e festivais.

Rimas &Melodias- foto: Nice Lima

Rimas &Melodias- foto: Nice Lima

No segundo semestre de 2017, o Rimas & Melodias entrou em nova fase com o lançamento da música inédita “Origens”, com clipe dirigido por Samukera e Bombrini Dois G (Awlawd Produtora) e single bem posicionado em playlists nas plataformas digitais.

Serviço – HipHop.doc convida!

Data: domingo, 15 de outubro

Horário: a partir das 15 horas

Local: Rua Aarão Reis – Centro

GRATUITO

Gostou? Espalhe!

Be first to comment